Artigos

O Fenômeno Psicossomático e seus enigmas

O Fenômeno Psicossomático e seus enigmas

A Psicossomática é uma importante e complexa forma de compreender o adoecimento dos sujeitos. A oscilação entre saúde e doença foram mistérios fundamentais que serviram para instigar o desenvolvimento do conhecimento do homem sobre si, tentando das mais diversas maneiras compreender o funcionamento do seu organismo.

A maioria dos pioneiros da psicossomática foi oriundo do movimento psicanalítico. Em 1923, Freud já destacava a importância de um duplo movimento, salientando a Psicanálise como um método terapêutico que nos permite compreender as relações entre o psíquico e o somático. A evolução acerca das relações entre ambos, destacam que a representação do sintoma corporal transcende a norma anatômica.O mistério da vida e da morte é uma temática que o homem debruça-se para desvendar desde a antiguidade, assim como o adoecimento e suas tentativas de cura, muitas vezes buscadas nos mais diversos campos do saber.

A expectativa de vida, em boa parte do planeta, foi ampliada em um curto período de tempo, surgiram remédios de última geração que venceram vírus e bactérias de maneira nunca pensada no passado. Apesar de todo esse avanço, existe uma forma de adoecimento que desafia o saber médico e as medicações, normalmente cedem ao tratamento, mas, em muitos casos a doença acaba insistindo, o que coloca paciente e equipe médica diante de um enigma. Existe algo nessa forma de adoecer que escapa ao saber dos médicos. É justamente neste lugar que se encaixa o fenômeno psicossomático. É possível dizer então que são doenças conhecidas pela medicina, mas com uma íntima relação com o psíquico dos sujeitos, e que vem se apresentando cada vez mais nos sujeitos e nas mais diversas formas do adoecer.

 

Gostou do artigo? Deixe o seu contato pare tê-lo gratuitamente na íntegra.

Categoria: Psicologia Clínica, Psicologia Hospitalar

Comentar (0) ↓

Deixar comentário